Como ter disciplina: 10 passos para atingir os seus objetivos

Se você quer ter sucesso em qualquer coisa na vida, você precisa ter disciplina. Isto é um fato. Disciplina é o que traz alguma ordem para a sua vida e permite que você consiga produzir os resultados que você deseja em meio ao caos de possibilidades do mundo ao seu redor.

Seja para escalar o monte Everest, começar um negócio ou cursar uma faculdade, a disciplina é o que vai te fazer avançar. Sem ela, você não consegue nem comprar um pão na padaria da esquina.

Porém, é sempre mais fácil falar do que fazer. Por isso, hoje eu trouxe para você 10 passos práticos que vão te mostrar como ter disciplina e alcançar os seus objetivos.

Todas essas dicas são hábitos que eu mesmo coloco em prática todos os dias e que são responsáveis, em parte, pelo artigo que você está lendo agora (também foi a disciplina que me permitiu escrevê-lo).

Vem comigo!

 

1. Descubra o seu porquê

No excelente livro Por quê? Como motivar pessoas e equipes a agir, Simon Sinek apresenta o conceito do Golden Circle, que é dividido em 3 partes: por que, como e o quê.

Geralmente, quando vamos falar de nós mesmos, começamos pelo quê nós fazemos e, algumas vezes, mostramos como fazemos isso de uma maneira diferente de todos os outros. Porém, o que poucas pessoas falam é sobre o porquê delas fazerem o que fazem.

O porquê é muito mais profundo do que simplesmente dizer faço isso para ganhar dinheiro. O dinheiro é sempre um resultado. Você poderia ganhá-lo de várias maneiras possíveis. Por que você, então, escolheu justamente esta?

O porquê é aquilo que te faz levantar da cama todos os dias com um brilho nos olhos. É a sua crença maior, a sua bandeira, aquela voz que fica falando lá no fundo da sua cabeça todos os dias.

Formular o seu porquê em uma única frase que seja simples de entender não é uma tarefa fácil, mas é extremamente recompensadora. Isso vai transformar a maneira como você enxerga a sua vida e o seu futuro.

Meu porquê hoje, por exemplo, é:

Inspirar e ajudar pessoas a crescer, sonhar grande e alcançar mais.

Algumas perguntas para você descobrir o seu porquê:

  • Que impacto você quer causar no mundo?
  • O que você acredita que poderia tornar a vida das pessoas de alguma forma melhor?
  • Quais assuntos você gosta mais de estudar por conta própria?
  • Que tipo de projetos você gosta mais de trabalhar nas suas horas vagas?
  • O que te faz brilhar os olhos e falar apaixonadamente a respeito?

Importante: a maneira como você expressa o seu porquê pode mudar com o tempo, então não se preocupe se você sente que ainda não chegou exatamente na frase perfeita. Com o tempo você vai melhorando.

 

2. Sonhe grande. Pense megalomaníaco

Como impactar a vida de 1 Bilhão de pessoas nos próximos 10 anos?

Esta é a pergunta que o empreendedor e comediante Murilo Gun se colocou quando estudava no curso de futurismo na Singularity University, onde ele aprendeu a pensar como um megalomaníaco.

Sonhar pequeno dá tanto trabalho quanto sonhar grande, mas os benefícios são infinitamente maiores quando você liberta a sua imaginação das amarras do aqui e agora.

Quando você sonha grande, um novo mundo de possibilidades se abre para você. Obstáculos comuns se tornam pequenos e você passa a enxerga um quadro muito maior.

Pensando nisso, pergunte a si mesmo: como você pode escalar o seu projeto/produto/serviço para o planeta inteiro?

 

3. Transforme os sonhos em metas

Ficar rico não é uma meta. Fazer 1 milhão de reais nos próximos 15 anos investindo R$2000 por mês em ações e títulos de renda fixa sim.

Agora que você sonha grande, o próximo passo é transformar estes sonhos em metas. Uma meta, por definição, precisa ter um objetivo específico e um prazo realista.

Homem planejando sua próxima viagem

Dê nomes aos seus objetivos, transforme-os em algo que você consegue visualizar na sua imaginação.

Se você quer emagrecer, por exemplo, considere criar um objetivo chamado Cabendo na calça. Escolha uma calça (ou outra peça de roupa qualquer) que você adora, mas que hoje fica muito apertada em você. Calcule quantos quilos você precisa perder para usar esta peça com facilidade e defina um prazo para chegar lá.

Em seguida, defina passos claros de como você pode se aproximar deste objetivo. Por exemplo: todos os dias eu vou cortar alimentos ricos em carboidratos do meu almoço, como arroz, batata, etc.

Assim, seu sonho de emagrecer se torna uma meta: vou cortar alimentos ricos em carboidratos no meu almoço porque quero caber nesta calça com facilidade nos próximos 3 meses.

 

4. Comprometa-se a dar pelo menos um passo todos os dias

Se você não puder voar, corra. Se não puder correr, ande. Se não puder andar, rasteje, mas continue em frente de qualquer jeito. – Martin Luther King Jr.

Existem dias que você vai estar com muita energia e motivação para trabalhar no seu objetivo. Em outras palavras, você vai sentir como se estivesse voando.

Em outros dias, porém, você vai se sentir para baixo, cansado(a), perdido(a) ou impotente. É como se, de repente, a sua energia fosse totalmente drenada e você só consegue se rastejar.

Mesmo os mais fortes às vezes ficam temporariamente fragilizados. Isso é normal. Aprenda a respeitar o seu momento e não forçar a barra consigo mesmo.

Quando você sentir que só consegue dar um passo, então dê apenas este passo. O mais importante é continuar avançando todos os dias, sem exceção.

Confira alguns exemplos práticos de como dar significado ao seu dia, mesmo quando você estiver se sentindo fraco(a).

 

5. Encare problemas como desafios

Quando chega o fim do mês e você não tem mais dinheiro para pagar as contas, isso é um problema. Quando você decide organizar as suas finanças para viver bem com o que você ganha, isso é um desafio.

Transformar problemas em desafios significa olhar para uma situação externa a você mesmo e enxergar uma maneira como você pode fazer algo a respeito para mudá-la. Nem tudo vai estar dentro do seu poder, mas você vai se surpreender com a quantidade de coisas que estão.

Sabe aquela história de pegar os limões e fazer uma limonada? Eu sei, é clichê, mas é verdade.

Copo com limonada e limões na mesa

Escolha um problema específico para começar e pergunte-se como você pode torná-lo oportunidades de inovação.

 

6. Pense no impacto em si mesmo e nos outros

Um homem estava passando em frente a um canteiro de obras e vê um pedreiro com a cara fechada, parecendo bastante infeliz. Ele para e lhe pergunta: ‘Você gosta do seu trabalho?’

O pedreiro olha para ele e responde: ‘Eu estou construindo esta parede há um tempão. O trabalho é monótono, eu fico aqui fritando embaixo do sol quente o dia inteiro, as pedras são pesadas e me dá dor nas costas de ter que carregá-las todos os dias. Eu não tenho nem certeza se esta obra vai ficar pronta antes de eu morrer. Mas é um trabalho, e paga as contas.’

O homem lhe agradece pelo seu tempo e se despede. Alguns metros adiante, no mesmo canteiro de obras, ele encontra um segundo pedreiro com um sorriso no rosto. Curioso, ele para e lhe faz a mesma pergunta: ‘Você gosta do seu trabalho?’

O segundo pedreiro responde: ‘Eu amo o meu trabalho. Estou construindo uma catedral! Sim, eu venho trabalhando nesta parede há um tempão e sim, o trabalho às vezes é monótono. Eu fico fritando embaixo do sol quente o dia inteiro, as pedras são pesadas e me dá dor nas costas de carregá-las todos os dias. Eu não tenho nem certeza se esta obra vai ficar completa antes de eu morrer. Mas eu estou construindo uma catedral!’

(Trecho livremente adaptado do livro Por quê? Como motivar pessoas e equipes a agir, de Simon Sinek)

Na minha rotina, frequentemente eu tenho que fazer coisas que eu não gosto. Sejam tarefas monótonas e repetitivas, ou simplesmente desagradáveis de alguma forma. Nessas horas, eu me lembro do meu porquê: inspirar e ajudar pessoas a crescer, sonhar grande e alcançar mais.

De repente, tudo passa a valer a pena. Aquela tarefa chata se torna algo que vai me levar adiante em direção ao meu objetivo. Em outras palavras: preciso fazer isso porque outras pessoas vão crescer e alcançar mais se eu fizer.

Quando você passa a enxergar o quadro maior, pensando nas pessoas que serão impactadas com o seu trabalho, todas as coisas desagradáveis ficam pequenas diante da transformação que você vai causar para elas e para você mesmo.


 

7. Foque em superar a si mesmo, em vez de superar os outros

Sabe aquela sensação de fracasso que você às vezes sente quando vê as pessoas ao seu redor aparentemente mais felizes e bem sucedidas do que você? Isso é normal de acontecer quando você se compara com os outros.

O que você provavelmente ainda não considerou é que não importa o quão bom você seja em alguma coisa, sempre vai ter alguém melhor do que você em outras. E está tudo bem. Você não precisa ser o melhor em tudo. Em vez disso, busque apenas ser…melhor, todos os dias.

Homem fazendo anotanções em um caderno

Encontre algo que faz muito sentido para você se desenvolver, dedique-se a isto e compare-se com o que você era ontem, e não com o que outra pessoa é hoje.

  • Ontem você conseguiu ler 10 páginas de um livro em meia hora? Ótimo! Como você pode ler 11 hoje, no mesmo tempo?
  • Ontem você publicou um artigo muito legal no seu blog? Excelente! Como você pode superá-lo no próximo?
  • Ontem você cometeu um erro com alguém e sente que magoou essa pessoa? Isso é uma droga, mas acontece. O que você pode aprender com isso para melhorar hoje?

Escrevi um artigo muito legal falando sobre este assunto. Se você quiser saber mais a respeito, recomendo a leitura:

 

8. Desenvolva pequenos hábitos para renovar a sua motivação

Uma vez ouvi a história interessante de Henry Stanler, um famoso explorador do século XIX que mapeou o rio Congo pela primeira vez. Sua expedição pelo coração da África era uma tarefa perigosa e repleta de desafios como doenças, sede, fome, ataque de tribos nativas, plantas venenosas e até afogamentos.

Ainda assim, depois de 999 dias de percurso e de ter perdido metade de seus 228 homens, ele conseguiu concluir sua jornada com sucesso.

Henry tinha um truque:

Todos os dias, ao acordar, a primeira coisa que ele fazia era se barbear. Enquanto sua equipe se desesperava com a perspectiva da morte, ele praticava o seu ritual sagrado, completamente alheio ao mundo hostil ao seu redor.

Ao fazer isso, Henry renovada sua confiança e motivação para encarar os desafios do dia. Era a disciplina que o mantinha decidido a seguir seu caminho até o final.

Homem se barbeando

 

Existem alguns hábitos que você pode desenvolver para cultivar a sua força de vontade e te manter avançando todos os dias em direção ao seu objetivo, tais como:

  • Meditar por 10 a 20 minutos todas as manhãs
  • Arrumar a sua cama antes de sair de casa
  • Escrever uma coisa que, se você fizer hoje, seu dia já vai ter valido a pena
  • Fazer a barba (se você for homem)
  • Praticar algum exercício físico simples, como flexões ou caminhada

Assim como Henry, estabeleça pelo menos uma rotina que vai trazer um senso de ordem para o seu dia, ainda que tudo ao seu redor esteja um completo caos.

 

9. Organize seu tempo

O que você, eu e o Bill Gates temos em comum? Nós todos temos apenas 24 horas no nosso dia.

O tempo é o seu recurso mais precioso de todos. É o único garantido de ser 100% não renovável. Cada minuto que você perde em atividades irrelevantes é um minuto que você nunca mais vai recuperar na sua vida.

Por isso, cuide bem do seu tempo. Organize blocos de atividades no seu dia para fazer as tarefas mais importantes, como por exemplo responder e-mails, estudar, ler um livro, praticar exercícios físicos ou meditar.

Controle também tudo aquilo que toma o seu tempo sem te dar nada em troca, como a maioria das redes sociais. Isso não significa que você precisa apagar o seu Facebook. Em vez disso, encare-o como uma diversão que deve vir depois do trabalho e dos estudos – ou nas pausas para descanso.

Se você quiser ver dicas sobre como organizar melhor o seu tempo para dar os passos realmente importantes, recomendo o ótimo artigo do meu amigo Fábio Gomes:

 

10. Recompense a si mesmo(a) pelas pequenas vitórias

Você já ouviu o termo work hard, party hard (algo como “trabalhe duro, comemore duro”)?

Esta é a ideia segundo a qual os seus momentos de descontração e celebração devem ser tão intensos quanto os seus momentos de trabalho. É a busca pelo equilíbrio. Se você está se esforçando demais e não se recompensa por isso, você vai acabar se sentindo esgotado e frustrado.

Por outro lado, se você apenas quer saber de festejar sem trabalhar, você também não vai muito longe.

Considere estabelecer recompensas claras para si mesmo ao longo do caminho. Por exemplo, se você se dedicou a semana inteira a um projeto, você pode sair com os amigos para o bar ou para a balada na sexta-feira sem nenhum peso na consciência.

Sabe aquele hobby caro que você tem, como viajar ou comprar discos de vinil? Considere torná-lo um presente a si mesmo por um trabalho bem feito. Ter esses tipos de luxo é o que dá prazer à vida.

Amigos brindando com cerveja

Busque o equilíbrio entre o que você produz e o que você se dá em troca, e você vai perceber o quanto a sua produtividade vai aumentar exponencialmente.

 

Agora que você já sabe como ter disciplina, mãos à obra!

A parte mais importante de toda jornada é começar. Não espere até segunda-feira, até o ano que vem ou qualquer outra data arbitrária, o seu dia de dar o primeiro passo em direção aos seus sonhos é hoje!

Comece pelas tarefas mais simples e defina prazos para as mais complexas.

Depois me conta como foram os seus resultados, combinado?

Se você gostou deste artigo, compartilhe-o com os seus amigos nas redes sociais e seja você também uma fonte de inspiração para eles 😉

Um grande abraço,

 

Recomendação de leitura:

Comentários no Facebook

Comprar livro Por que? Como inspirar pessoas e equipes a agir

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *